Edition 66
QR Tags for Reverse Logistics
by Ken Jacobson, Co-Chair, RLA Standards Committee

Return to Menu


QR Tags for Reverse Logistics
The Standards Committee of the Reverse Logistics Association is developing what will become a dictionary of standardized content tags to facilitate functions of reverse logistics. This will dramatically increase the efficiency of product life cycle management. Forward logistic data can be put onto packaging. Data pertinent to reverse logistics is ideally on the product: too often the packaging is missing. Modern QR code technology allows for enough data to be encoded to be useful in a variety of cases.

There are four primary motivations for product returns: customer dissatisfaction, warranty returns, product repairs and product disposal. Customer dissatisfaction or mind changes are handled as part of a channel transaction and usually result in a return to stock process. The other three motivations for product returns would benefit from the availability of more information to both the consumer and the return processor.

While the concept of fraudulent warranty claims is identified as a significant problem for many industries, some portion of warranty returns are naively claimed because the consumer mistakenly believes the product to be under warranty and guesses at dates. If the product label included a manufacturing date and the length of warranty, most consumers would act appropriately: Especially if there were also information that was easily obtainable offering options for customer support and product repair. This information can be provided on web sites specially created with such information, and the web address scan-able on the product. Having to search the web for such information is frustrating to most consumers, but a simple scan using a smart phone could enable a very positive customer experience.

Too often product disposal becomes another source of customer frustration. We want to be ecologically friendly but regulations and proper procedures are hard to identify. Again, if a scan-able URL would automatically load a web site with instructions, there would be another positive customer experience. This is especially true for those hard to find the right place type of products such as electronics, paint, mattresses, appliances and medications. Hazardous materials (including batteries) need to be disposed of properly, and many consumers would comply with suggested procedures, if they could find them.

But more than consumers, manufacturers will benefit directly from having standardized reverse logistics labeling. The receiving process today involves certain manual identification and validation steps. Items taken back must be triaged. Some of this information is scan-able, but not consistently. Receiving operations are usually responsible for a variety of product returns. They must be properly identified, cataloged and sorted. Triage personnel will be more efficient if standardized labelling accurately identifies products without the need to manually search for product identifiers. Even field service teams will be delighted with the ability to properly identify items and quickly locate product documentation. Items requiring special handling due either to hazardous, or perhaps valuable, componentry can more easily be identified and sorted. This can save minutes of time in receipt processing and increase accuracy.



A growing trend is product re-purposing and take-back programs. With easily scan-able access to such information as EPEAT status or Energy Star ratings, product take-back processing can be expedited. This could especially be true in emerging scenarios whereat consumers physically return item and are waiting for remuneration. The proper product identification and analysis of its re-usable characteristics will speed the process time and result in a more positive customer experience.

We are in the process of creating our dictionary of tags. In this, the RLA will function as the arbitrator to assure the interoperability of information. We are seeking input and suggestions. The tags we know for certain are obvious.

RL01 Manufacturers Name
RL02 UPC code
RL03 Product Serial Number
RL04 Date of Manufacture
RL05 Length of warranty (in months)
RL06 Warranty registration location (URL)
RL07 Product Documentation location (URL)
RL08 Product Support location (URL)
RL09 Product Recycling Instructions (URL)
RL0A EPEAT Level
RL0B Energy Star Rating

We are allowing for up to 255 tags (RL01-RLFF). Scan-able by consumers, these tags can advise consumers
Is my product still under warranty?
Where is the documentation?
How do I register my warranty?
Where can I get support or repair my product?


Other benefits
In addition to facilitating aspects of reverse logistics, such a label will become a valuable tool for marketing. Making it easier to register a warranty—a single click on the smart phone, will provide more customer demographic data. It would be possible, with such a label, to facilitate pre-purchase product support with a code that placed on the package (as well as the product) to take consumers directly to a chat room with product support. Imagine how this would help in a big-box store where there are no sales support personnel. Many other marketing programs will be enhanced with the addition of such a standardized label.

QR codes for Better, Faster Returns Processing Software
Utilizing QR codes in Reverse Logistics and Returns processing software will be very beneficial for processing product returns. QR codes can be scanned by most 2D scanners and mobile phones. At a warehouse or a Returns processing facility, this enables the collection of many fields of data with one scan, saving significant time for a receiving team and enables the collection of multiple fields of data that is required or helpful for processing Returned items.

Since the QR code can contain multiple fields of data, resulting in faster Returns processing, time savings, increased accuracy and the ability to collect more and better data. Some key data will be product identification (currently there is often a UPC barcode, but sometimes the UPC is only on the packaging which may be missing at time of the return), serial number (now requires a second scan), warranty validation (currently there is often considerable uncertainty on date and length of warranty), product configuration (currently difficult to get configuration details of many items - e.g. 4 GB RAM and a 256 GB Hard Drive) and disposition (of unknown materials within a product you need to handle but may not be familiar with).

There are many more questions we can answer. More data can be provided to the professional recycling market. More data can be useful to the receiving processors. We are asking for inputs to help us make this a useful tool for both manufacturers and consumers. Please contact us at ken@jacobsen46.com or by phone at 510-490-7095 if you have input to offer for this project.

QR Tags para Logística Reversa
Por Ken Jacobsen, co-presidente do Comitê de Padrões de RLA e Paul Rupnow, Diretor de Logística Reversa de Software no Sistema de Logística elou.

O Comitê de Normas da Associação de Logística Reversa está desenvolvendo o que se tornará um dicionário de tags de conteúdo padronizados para facilitar as funções de logística reversa. Isto irá aumentar drasticamente a eficiência da gestão do ciclo de vida do produto. Dados logísticos para a frente pode ser colocada na embalagem. Os dados pertinentes à logística reversa é idealmente sobre o produto: com muita freqüência a embalagem está em falta. A moderna tecnologia de código QR permite que haja dados suficientes para ser codificado para ser útil numa variedade de casos.

Existem quatro principais motivações para a devolução de produtos: a insatisfação do cliente, devoluções de garantia, reparos do produto e descarte do produto. Insatisfação do cliente ou da mente as alterações são tratadas como parte de uma operação de canal e geralmente resultam em um retorno ao processo de estoque. Os outros três motivações para a devolução de produtos que beneficiam da disponibilidade de mais informação para o consumidor e para o processador de retorno.

Embora o conceito do direito à garantia fraudulentas é identificado como um problema significativo para muitas indústrias, alguma parcela de retorno de garantia são ingenuamente alegou porque o consumidor erroneamente acredita que o produto seja coberto pela garantia e adivinha em datas. Se o rótulo do produto inclui uma data de fabricação ea extensão de garantia, a maioria dos consumidores iria agir de forma adequada: Especialmente se não houvesse também a informação que era de fácil obtenção que oferecem opções de suporte ao cliente e de reparação do produto. Essas informações podem ser fornecidas a sites criados especialmente com tais informações, bem como o endereço web examináveis no produto. Ter que pesquisar na web para tal informação é frustrante para a maioria dos consumidores, mas um exame simples, utilizando um telefone inteligente pode permitir uma experiência muito positiva para o cliente.

Muitas vezes descarte do produto torna-se mais uma fonte de frustração do cliente. Queremos ser ecologicamente amigável, mas os regulamentos e procedimentos adequados são difíceis de identificar. Novamente, se a URL de digitalização capaz iria carregar automaticamente um site com instruções, não haveria outra experiência positiva para o cliente. Isto é especialmente verdadeiro para aqueles difíceis de encontrar o lugar certo tipo de produtos, tais como eletrônicos, tintas, colchões, aparelhos e medicamentos. Os materiais perigosos (incluindo baterias) devem ser eliminados de forma adequada, e muitos consumidores cumprir os procedimentos sugeridos, se pudessem encontrá-los.

Mas, mais do que os consumidores, os fabricantes serão diretamente beneficiadas com padronizado rotulagem logística reversa. O processo de recebimento de hoje envolve algumas etapas de identificação e validação manuais. Itens levado de volta deve ser triado. Algumas dessas informações é digitalizar-capaz, mas não de forma consistente. Operações de recepção são geralmente responsáveis por uma variedade de devolução de produtos. Eles devem estar devidamente identificadas, catalogadas e classificadas. Pessoal de triagem será mais eficiente se a rotulagem normalizado identifica com precisão produtos sem a necessidade de procurar manualmente identificadores do produto. Até mesmo as equipes de serviços de campo ficará encantado com a capacidade de identificar corretamente os itens e localizar rapidamente a documentação do produto. Itens que requerem um tratamento especial devido tanto a perigosa, ou talvez valioso, componentry pode mais ser facilmente identificadas e classificadas. Isso pode economizar minutos de tempo no processamento de recebimento e aumentar a precisão.

A tendência crescente é produto de redirecionamento e programas de retoma. Com acesso fácil digitalização capaz de tais informações como o status EPEAT ou classificações Energy Star, produto de processamento de retoma pode ser acelerada. Isso pode ser especialmente verdadeiro em cenários emergentes consumidores Whereat retornar fisicamente item e estão à espera de remuneração. A identificação dos produtos adequados e análise das suas características re-utilizável irá acelerar o tempo de processo e resultar em uma experiência mais positiva do cliente.

Estamos no processo de criação de nosso dicionário de tags. Neste, o RLA funcionará como o árbitro para assegurar a interoperabilidade da informação. Estamos em busca de ajuda e sugestões. As tags que sabemos com certeza são óbvias.

RL01 Nome Fabricantes
RL02 código UPC
RL03 produto Número de série
RL04 Data de Fabricação
RL05 Comprimento de garantia (em meses)
RL06 local de registro de garantia (URL)
RL07 localização Documentação do produto (URL)
RL08 localização Suporte ao Produto (URL)
RL09 Reciclagem Instruções (URL)
RL0A EPEAT Nível
RL0B Energy Star Avaliação


Estamos permitindo até 255 tags (RL01-RLFF). Examináveis pelos consumidores, essas marcas podem aconselhar os consumidores
O meu produto ainda está na garantia?
Onde está a documentação?
Como faço para registrar a minha garantia?
Onde posso obter suporte ou reparar o meu produto?


Outros benefícios
Além de facilitar os aspectos da logística reversa, os rótulos vai se tornar uma ferramenta valiosa para o marketing. Tornando mais fácil para registrar uma garantia de um único clique sobre o telefone inteligente, vai fornecer dados demográficos mais clientes. Seria possível, com esse rótulo, para facilitar o apoio de pré-compra do produto com um código que colocou no pacote (assim como o produto) para levar os consumidores diretamente para uma sala de bate-papo com o suporte ao produto. Imagine como isso iria ajudar em uma loja de caixa grande, onde não há pessoal de suporte de vendas. Muitos outros programas de marketing será reforçada com a adição de um rótulo padronizado como esse.

Códigos QR para melhor, retorno mais rápido processamento de software
Utilizando os códigos QR em Logística Reversa e Devoluções software de processamento será muito benéfico para o processamento de devoluções de produtos. Os códigos QR podem ser digitalizados pela maioria dos scanners 2D e telefones celulares. Em um armazém ou uma instalação de processamento de devoluções, isso permite que a coleção de muitos campos de dados com um digitalização, poupando um tempo significativo para uma equipe de recepção e permite a recolha de vários campos de dados que são necessários ou úteis para o processamento de itens devolvidos.

Desde que o código QR pode conter vários campos de dados, resultando em processamento mais rápido Returns, economia de tempo, maior precisão e capacidade de coletar mais e melhores dados. Alguns dados importantes será a identificação do produto (atualmente há muitas vezes um código de barras UPC, mas às vezes a UPC é apenas na embalagem, que poderá estar em falta no momento do retorno), número de série (agora exige um segundo exame), a validação da garantia (atualmente muitas vezes há uma considerável incerteza sobre a data ea duração da garantia), a configuração do produto (atualmente difícil de obter detalhes de configuração de muitos itens - por exemplo, 4 GB de RAM e um disco rígido de 256 GB) e disposição (de materiais desconhecidos dentro de um produto que você precisa para lidar com mas pode não estar familiarizado com).

Há muitas mais perguntas que podemos responder. Mais dados podem ser fornecidos para o mercado de reciclagem profissional. Mais dados podem ser úteis para os processadores de recepção. Estamos pedindo para as entradas para nos ajudar a fazer deste um instrumento útil para ambos os fabricantes e consumidores. Por favor contacte-nos em ken@jacobsen46.com ou pelo telefone 510-490-7095 se tiver entrada para oferecer para este projeto.
RLM
Mr. Jacobsen is the Vice President of Business Developement for Connexus: a silicon valley software company focused on warranty management. He was responsible for the creation of the InfraRed Data Association (IrDA) and for the establishment of the PCMCIA. He has provided technology brokering services for HP, Toshiba, and Lockheed. He was part of the Pocket Intelligence Program at SRI, International and has been involved in numerous startups. Most recently, he was a Director of the Global Software Entrepreneurial Training Program at Oulu University in Finland.

Paul Rupnow - Director, Reverse Logistics Systems, Andlor Logistics Systems Inc.
Editor - Reverse Logistics Professional Report Business Insights and Strategies for Managing Product Returns

Jacobsen é o vice-presidente de Negócios Developement para Connexus:
uma companhia de silício software vale focada em gestão de garantia. Ele foi a responsável pela criação do Infrared Data Association (IrDA) e para o estabelecimento da PCMCIA. Ele tem desde intermediação tecnologia serviços para a HP, Toshiba, e Lockheed. Ele fazia parte da Programa de Bolso Intelligence na SRI, Internacional e esteve envolvido em inúmeras startups. Mais recentemente, ele era um diretor da Global Software Empresarial Programa de Treinamento na Universidade de Oulu, na Finlândia.

Paul Rupnow - Diretor, Reverso Sistemas de Logística, elou Logística Systems Inc. Editor - Logística Reversa Professional Business Report Insights e Estratégias para gerenciamento de devoluções de produtos

Return to Menu